segunda-feira, 4 de julho de 2011

Mega Artesanal: minha visão

Bem...deixe-me colocar as idéias em ordem e começar dando primeiro minhas opiniões favoráveis ao evento.
Muitas cores, muitos tecidos bonitos para patchwork, sedas, tintas, lãs, papéis especiais, guardanapos para decoupage, artigos em MDF, gesso.


Muitas oficinas, muitos sorteios, muita gente simpática nos stands.
Conheci o Escudeiro, que estava pintando com tintas Gato Preto e mostrando suas obras.
Conheci também a Lola Benthien, que veio de Lages (SC), trazendo sua maravilhosa técnica em Arte Francesa, com seus quadros que pareciam em 3D!


 Trabalhos de Lola Benthien

Belíssima orquídea de Susan Mason!!(arte francesa)

Conheci a Regina Ávila, que faz trabalhos bacanas em marchetaria (Marchet´Arte).
O Ateliê de Myrna Pascotto e Lu Viani, com cerâmica, vidro, mosaicos e trabalhos em madeira decorada.
Os Pintores com Boca e Pés, mostrando que com força de vontade e otimismo tudo é possível!
Fiquei apaixonada pelas miniaturas da Aninha Miniaturas, perfeitas nos mínimos detalhes.
Muita tecnologia nas novas máquinas de costura e bordado, que têm computadores e scaners imbutidos, bastando introduzirmos dados através de um cabo USB (do nosso telefone ou computador), para que o serviço seja feito...
...contrastando com o stand de tecelagem, que mostrou algumas rocas de fiar e teares antigos, tecnologia dos tempos coloniais.
Equipamentos para corte a laser de peças em MDF e outros materiais.
A adorável Mostra do Clube de Patchwork e Quilting "Minhas Lembranças": lindos quadros feitos em patchwork, como se fossem lembranças de viagens, expostos em painéis.
Pouca coisa em decoração de bolos...
(acessórios importados, como os que pareciam no programa "Inspiração Dulce" e "Martha Stewart").

E lááááá no fundo da Exposição, os stands menores, Ateliês independentes, não "mega comerciais", que mostraram artesanatos regionais e de qualidade (bonecos de bano, jóias em capim dourado, flores artesanais, reciclados, artesanato da região do Paraíba).

 Flores de conchas e escamas de peixes...

Agora me permitam falar sobre o que não gostei da Mega Artesanal:
1.Filas IMENSAS, tanto para entrar com o carro (ficamos 35 minutos na Imigrantes aguardando para estacionar a R$25,00 o veículo de passeio), como para comprar ingressos (outros 35 minutos, R$10,00 por pessoa, por isso compre com antecedencia...).
2.Pouca gente organizando a entrada da feira, troca-troca de velhinhos da fila pra cá e pra lá (no final, a fila dos idosos estava bem maior do que a de não idosos)
3.Em quase nenhum lugar aceitava-se cartão, seja de débito ou crédito, ou cheque. Um evento destas proporções...só aceitando dinheiro, até na praça de alimentação.
4.Pouca ou nenhuma atenção dada aos pequenos artesãos, que ficaram no final da Exposição, sem divulgação.
5. Poucos banheiros e muita mulherada!!!
6. Alguns corredores apertados, congestionados de pessoas, dificultando a apreciação. 
7. Muita coisa bem comercial, nada de novidade para quem frequenta a região da rua 25 de Março.
8. Outras amostras de "gosto duvidoso", mas tudo bem...é válido...
Valeu a pena? Sim, valeu. Ano que vem estarei lá, só que mais "esperta"...

Nenhum comentário:

Marcadores

abobrinha acrílico açúcar mascavo Aeronáutica alcachofra Alemanha almôndegas Altamiro Carrilho Alzheimer amigos amora animações animais aniversário Ano Novo anos 60 antroposofia Aparecida aposentados arroz artes plásticas artesanato Áustria aveia avelãs azeite bacalhau bairro bananas barbante Barbara Fürstenhöfer batatas Bienal do Livro SP bifum bijuteria biscoitos biscouit bolinhas bolinhos bolos bombons boneca brinquedos Bruce Buche de Noel café capas casinha de bonecas casinhas de papelão castanhas catupiry CD cenoura cerâmica chantily charges cheesecake chocolate chorinho chuchu chuvas de verão cidade cinema clima Clube da Aeronáutica (RJ) coalhada coco cogumelos colar comida caseira compotas condomínio confeitaria confeitos contos de fadas coragem coral corrida de São Silvestre costura cotidiano cremes CRFA crianças cristãos crochê crônica culinaria culinária culinária. livros cultura Cunha cupuaçu damascos decoração Dengue desenhos dia de reis dicas doces docinhos documentos educação empadas Encontro QFO enfeites entrada ervas escultura FAB familia família farinha farinha integral feltro festas fitas flores fonoaudiologia forno foto fotos antigas framboesa frango frituras frutas frutas cristalizadas frutas secas frutos do mar Fundação Casper Líbero ganache gatos gelados gelatina geléia genealogia glacê real golpes grãos gratinado gratinados groselha guaraná guirlanda Helena Sangirardi História histórias idéias para festas idoso imaginação imigrantes imitação. inspiração intercâmbios interior inverno iogurte Japão Jesus Julia Child lanches laranja latex legumes leite lembrancinha liquidificador livros Lua Azul lula macarrão macarrão. cogumelo maçãs mães maisena marshmallow massa biscuit massa folhada massas massas salgados melão mexerica mexilhão miçangas militares mirtilo mocidade moda modelagem molhos Mômo morango mousse mulheres mulheres militares mundo música nata natal natureza nostalgia nozes Olgas Olimpíadas do Rio2016 orgânicos orquideas outono ovos paçoquinha paella pães palmito pão pão de mel pão-de-ló papelão Páscoa passas passatempos passeios pasta americana pastel pastelão pavê pedrarias peixes Pentecostes pesquisa pets Pinacoteca pintura pinturas pirulito pizza polvo pôr-do-sol Portugal Praça Benedito Calixto pratos etnicos presentes primavera professor professores profissionalismo psicologia pudim QFO queijo radio recheios reciclagem reclamação reflexões debaixo do pé de couve refogados reformas reserva resina restauração. retalhos retro ricota Rio de Janeiro rocambole rocamboles rosas roubo sacolinhas saladas salgados salmão salsinha São Paulo sapateira sashimi Sebastian seriados sites sobremesas soja sopa instantânea sorvetes spam stollen strudell suco artificial suflê sujeira supermercado suspiro tâmaras tapete tapioca tecidos terremotos torta tortas trânsito trigo TV uvas vapor vegetais vestido viagem vida na caserna vila inglesa vintage virus vizinhança vôngole voz Waldorf wassabi

Total de visualizações de página